18 de jul de 2013 | By: Nayara Ferreira

O Corvo - 1994

Só para esclarecer, este filme não tem nenhuma ligação com o filme da semana passada, só o nome mesmo que foi inspirado no poema de Poe.

Bom, já tinha visto algo sobre o filme a algum tempo atras, afinal, o protagonista é o Brandon Lee, e foi nas filmagens deste filme que ele acabou falecendo.

O Corvo (The Crow)


Lançamento: 1994
Dirigido por:  Alex Proyas
Roteiro de: David J. Schow e John Shirley
Com: Brandon Lee, Michael Wincott, Ernie Hudson entre outros.
Gênero: Suspense, ação e fantasia.
Nacionalidade: EUA

Sinopse: Eric Draven e sua noiva Shelly são brutalmente assassinados na Noite do Demônio (Devil's Night), a noite que precede o Halloween. Um ano depois, Eric volta do mundo dos mortos guiado por um corvo. Inicialmente sem lembranças do ocorrido, volta ao seu antigo loft onde recobra as memórias e a dor da morte. Eric pinta em seu rosto os traços de um palhaço feliz e distorcido e inicia uma caçada para vingar-se de seus assassinos.

Minha opinião: Esse filme é uma adaptação cinematográfica da história em quadrinhos de James O'Barr. Admito que fiquei curiosa sobre a HQ já que muitos dizem ser superior ao filme e vou procura-la. O filme? Nossa, realmente é muito bom. Tem essa coisa meio "fantasiosa" sabe? Voltar dos mortos, imortalidade, mas gostei bastante. Eric e Shelly estão perto do dia do casamento quando são mortos. Shelly foi violentada e acabou morrendo no hospital e Eric foi jogado pela janela, morrendo na hora. Até ai tudo bem, mas um ano depois Eric volta dos mortos guiado por um corvo. Ele não se lembrava do que tinha acontecido naquela noite até ir ao apartamento. A partir dai ele começa uma "caçada" pelos seus assassinos e de sua noiva e conta com a ajuda do mesmo guarda que ficou responsável pelas investigações de sua morte. 
O filme se torna instigante quando a gente sabe que teve um trágico acidente real. A atuação de Brandon foi muito perfeita, parecia sentir a justiça que ele queria. Tem um certo humor sabe, um tom de brincadeira que Eric fazia perante os assassinos, bem legal. Não posso deixar de comentar a trilha sonora que tem Pantera,  Stone Temple Pilots, Rage Against The Machine e outros, muito boa.
Bom, para um filme feito em 94, sem aqueles efeitos especias de hoje em dia (que dependendo do filme, estraga!), foi bem feito, com uma ótima historia e que nos prende do começo ao fim. Minha nota seria um 9.
Foram feitos outros filmes, como uma continuação deste, não assisti ainda, e admito que pelos comentários que li, não vale muito a pena. Existe especulações sobre um possível remake que começara a ser gravado em 2014 e dizem que não estragara a imagem do filme original. Bom, estou no aguardo, vamos ver o que o que vai dar.

Sobre a morte de Brandon Lee:  "Uma das cenas rodadas para o filme requeria que uma arma fosse carregada, engatilhada e apontada para a câmera mas, por causa da curta distância do take, a munição carregada era de verdade mas sem pólvora. Após a realização desta cena, o assistente do armeiro (não o armeiro, que já havia deixado o set) limpou a arma para retirar as cápsulas, derrubando um dos projéteis no cano. A cena seguinte a ser filmada envolvendo aquela arma era o estupro de Shelly, sendo que a arma foi carregada com festim (que normalmente tem duas ou três vezes mais pólvora do que um projétil normal, para fazer um barulho alto). Lee entrou no set carregando uma sacola de supermercado contendo um saco de sangue explosivo. No roteiro constava que Funboy deveria atirar em Eric Draven quando ele entrasse na sala, estourando o saco de sangue. O projétil que estava preso no cano foi disparado em Lee através da sacola que ele carregava, matando-o." Os negativos com a filmagem de sua morte foram destruídos sem nunca terem sido revelados. O filme estava praticamente pronto, as poucas cenas que faltavam foram feitas por um dublê. 



Queria contar o filme todo para vocês, mas não. Para quem já assistiu, o que você achou do filme? E para quem não assistiu, vale a pena.

Essa é minha dica de filme da semana. Um beijo e bom filme pra vocês!



13 de jul de 2013 | By: Nayara Ferreira

Playlist dia do Rock

Hoje é dia de Rock galera \m/

OK, todo dia é dia de rock, mas hoje é especial. Aproveitem para escutar muita musica boa no volume mais alto possível.

Seguinte, eu expliquei tudo sobre o dia neste post aqui, o porque 13 de Julho é considerado dia do Rock, ai hoje eu montei uma playlist especial para celebrar o dia, inclusive com os vídeos do próprio festival, espero que gostem!



Agora que tal vocês deixarem uma musica nos comentários para representar o dia do Rock? Aquela que não pode faltar de jeito nenhum neste dia para vocês!
A que eu deixo é Wish You Were Here do Pink Floyd.



Feliz Dia do Rock galera!!!
10 de jul de 2013 | By: Nayara Ferreira

13 de Julho

Existe uma data para o Rock ser comemorado no mundo inteiro? Existe.

Sim, dia 13 de Julho é comemorado o Dia Mundial do Rock, vamos entender de onde vem esta comemoração?

Em 13 de Julho de 1985  Bob Geldof e Midge Ure organizaram um evento com a intenção de arrecadar fundos em prol dos famintos na Etiópia. Em torno de 10 semanas o que viria a ser um dos maiores festivais do mundo estava pronto e contava com grandes nomes da musica, o Live Aid.
Os shows foram realizados em  Wembley Stadium em Londres, com uma platéia de mais ou menos 82.000 pessoas e no  John F. Kennedy Stadium na Filadélfia, com 99.000 pessoas aproximadamente. Foi uma das maiores transmissões de televisão de todos os tempos.
Em Londres o concerto começou às 12:00 e terminou às 22:00. Já na Filadélfia teve inicio às 12:51 e terminou às 4:05 da madrugada, 16 horas de show, sendo que algumas apresentações foram feitas simultaneamente, pois a soma total seria bem maior.

Show em Wembley, Londres - Status Quo, Style Council, Boomtown Rats, Adam Ant, Ultravox, Spandau, Ballet, Elvis Costello, Nik Kershaw, Sade, Sting, Phil Collins (e Sting), Howard Jones, Bryan Ferry, Paul Young (e Alison Moyet), U2, Dire Straits (e Sting), Queen, David Bowie, The Who, Elton John (com Kiki Dee e Wham), Freddie Mercury e Brian May, Paul McCartney entre outros.

Show no JFK, Filadélfia - Bernard Watson, Joan Baez, The Hooters, The Four Tops, Billy Ocean, Black Sabbath, Run DMC, Rick Springfield, REO Speedwagon, Crosby; Stills e Nash, Judas Priest, Bryan Adams, Beach Boys, George Thorogood & the Destroyers (com Bo Diddley & Albert Collins), Simple Minds, The Pretenders, Santana (e Pat Metheny), Ashford & Simpson e Teddy Pendergrass, Madonna, Tom Petty, Kenny Loggins, The Cars, Neil Young, Power Station, Thompson Twins (e Madonna), Eric Clapton, Phil Collins, Robert Plant; Jimmy Page & John Paul Jones, Led Zeppelin, Duran Duran, Patti LaBelle, Hall & Oates (com Eddie Kendricks & David Ruffin), Mick Jagger (e Tina Turner), Bob Dylan, Keith Richards e Ron W e muitos outros.

20 anos depois, o Live 8 reuniu grandes astros da musica também, em comemoração aos 20 anos do Live Aid, nos dias 2 a 6 de Julho. O show aconteceu antes do encontro do G8 e teve como ideia principal pressionar os líderes mundiais para perdoar a dívida externa das nações mais pobres do mundo, além de aumentar e melhorar a ajuda e negociar regras de comércio mais justas que respeitem os interesses das nações africanas. Foram realizados concertos em Londres (Inglaterra), Berlim (Alemanha), Paris (França), Roma (Itália), Filadélfia (EUA), Moscou (Russia), Tóquio (Japão), Cornualha (Inglaterra), Joanesburgo (Africa do Sul), Edimburgo (Escócia). 
O maior destaque do evento foi a apresentação do Pink Floyd, pois a banda tocou no Hyde Park, em Londres, com a formação clássica pela primeira vez desde 1981.

Uma atitude Rock 'n' Roll como essa, não poderia deixar de ser lembrada. Desde então o dia 13 de Julho passou a ser conhecido como Dia Mundial do Rock. 

Imagens - Plateia no Wembley, Mick Jagger e Tina Turner, Eric Clapton, Robert Plant e Jimmy Page.
Confere a playlist especial do Dia Mundial do Rock aqui.

E viva ao Rock 'n' Roll!




8 de jul de 2013 | By: Nayara Ferreira

Dica de filme: O Corvo

Graças as minhas férias eu estou conseguindo descansar um pouco e colocar em dia seriados, filmes e livros. Vim dar uma dica de filme hoje para vocês, aproveitando que amanhã é feriado!

O filme que escolhi foi O Corvo (2012), hoje vou falar dele mas até o fim de semana eu posto sobre outro filme de mesmo nome, sem ligação nenhuma com este.

Para entender melhor: O Corvo (The Raven) é o nome de um poema famoso do poeta e autor Edgar Allan Poe (1809-1849) que era conhecido por histórias que envolvem o mistério e o macabro. Foi publicado pela primeira vez em 1845 e já foi traduzido para varias línguas, inclusive o português pelos escritores Machado de Assis e Fernando Pessoa. Para quem quiser ler o poema, aqui. Apesar do nome, o poema é pouco comentado neste filme, são outros poemas de Poe que são destaque.

O Corvo (The Raven)



Lançamento: Maio de 2012

Dirigido por:  James McTeigue

Roteiro de:  Ben Livingston e Hannah Shakespeare

Com: John Cusack, Luke Evans, Alice Eve, Brendan Gleeson e outros.

Gênero: Suspense, Policial.

Nacionalidade: EUA








SinopseDurante o século XIX em BaltimoreMaryland, a polícia descobre o cadáver de uma mulher morta por estrangulamento dentro de um apartamento trancado e com as janelas pregadas. O detetive Emmett Fields percebe similaridades com o conto policial "The Murders in the Rue Morgue" e resolve investigar o autor, Edgar Allan Poe. O escritor está com bloqueio criativo e entregue ao alcoolismo. Mantém um romance com Emily Hamilton, filha de um rico militar que o detesta. Enquanto Fields confronta Poe, outros crimes e assassinatos inspirados nas histórias do escritor continuam a acontecer e a polícia percebe que enfrenta um sanguinário serial killer.

Minha opinião: Achei uma mistura de Sherlock Holmes com Se7en só que não tem poder suficiente para brigar com esses poderosos filmes, que eu particularmente amo. Não tem a graça e ação de Sherlock mas segue um estilo legal de um filme policial, e pelo que eu li é coerente com as obras de Poe. 
Conta os dias de Poe em Baltimore, lutando para publicar suas criticas no jornal local para poder pagar sua dividas e bebedeiras, em um local que as pessoas não gostam do gênero que Poe escreveAssassinatos começam a acontecer e ai é que Poe entra em ação, quando o Detetive Emmett Fields percebe que os assassinatos são inspirados em obras de seus livros. Quando Emily Hamilton, a amada de Poe é sequestrada, ele aceita a parceria com o Detetive e dai por diante a historia é cheia de enigmas e uma certa "ação" para salvar a donzela em perigo.
Lembro que quando o filme foi lançado todos estavam curiosos sobre como seria, comentários de que seria um "filmaço". Gostei sim, um filme com estilo policial do século XIX, mas eu esperava mais, bem mais. Minha nota para o filme seria um 7.



Minha dica de hoje é essa. Quero saber se vocês já assistiram o filme? Gostaram?
Para quem não assistiu, bom filme e bom feriado para vocês!