22 de fev de 2014 | By: Nayara Ferreira

Conheça a banda: Turisas

Tem certas musicas ou bandas que merecem ser mais reconhecidas. Pensando nisso, uma vez eu falei sobre a banda cover Pentatonix, hoje vou falar sobre outra banda, muitos vão conhecer, outros não, mas como disse, é uma banda que eu gosto bastante, e acho que merece ser destaque aqui no blog!

A bande de hoje é a Turisas.
Turisas é uma banda finlandesa de Folk / Viking Metal e Metal Sinfônico fundada em 1997 pelo vocalista Mathias Nygård e o guitarrista Jussi Wickström. Seu nome oriunda de um monstro marinho da mitologia finlandesa algumas vezes considerado um deus da guerra.O título do primeiro álbum, Battle Metal, (lançado em 2004), deu origem ao termo do mesmo nome, sendo usado com uma descrição do Folk Metal (principalmente pela revista Metal Hammer e seus leitores). Porém, o Battle Metal não é caracterizado como um subgênero do Metal. (Fonte: Wikipédia)
Nunca escutei musicas desse gênero, mas admito que depois que conheci o Turisas resolvi me aventurar bem mais no estilo, tanto que tem sido uma experiencia bem interessante.

A banda tem como membros originais Mathias Nygard, conhecido como "Warlord" (voz, teclado e programação), Jussi Wickstrom (guitarra), desde 2007 Olli Vanska (violino), em 2011 Robert Engtrand (teclado) entrou na banda e em 2012 Jesper Anastasiadis (baixo) e Jaakko Jakku (bateria, percussão) se tornaram membros.
São quatro álbuns gravados: Battle Metal (2004), The Varangian Way (2007), Stand Up and Fight (2011), Turisas2013 (2013) e  um DVD gravado em 2008.

Créditos da imagem: site turisas.com

 O que mais me chamou atenção?
Primeiro que a voz do Mathias é incrível,  o metal sinfônico e os outros instrumentos tem uma harmonia perfeita, e a caracterização deles, impecável! Tem quem ache demais, eu gosto, acho que ficou bem a cara da banda. O som tem uma energia diferente e as letras são maravilhosas, o que realmente me fez gostar muito da banda.

Bom,vamos ao som, que é o que importa!

Batlle Metal ( Battle Metal, 2008)



Rasputin (The Varangian Way, 2007)



Stand Up and Fight (Stand Up and Fight, 2011)



Ten More Miles (Turisas2013)



Bom gente, é isso! Espero que assim como eu vocês também gostem da banda.

Agora quero saber, quem já conhecia a banda, o que acha dela? E quem não conhecia, gostou?

Bom fim de semana para vocês com muito Rock 'n Roll
18 de fev de 2014 | By: Nayara Ferreira

Indicações

E ai galera?

Hoje vim com um post mais rápido, e na verdade para pedir uma opinião para vocês!

Pensei que nas terças eu poderia estar postando indicações sabe? Reportagens, videos, blogs, textos... Coisas que eu vi durante a semana, que me chamaram a atenção e que eu gostaria de compartilhar com vocês, o que acham?

Para testar, mostrar como vai ser mais ou menos, hoje eu já vou deixar algumas indicações. Vamos lá?

Indicação de reportagem:

Indicação de vídeo:


Indicação de texto:
Pai e filha realizam série de fotos em homenagem a mãe falecida.

Bom gente, hoje é só um teste, vamos ver se da certo, se vocês gostam...

Isso é alguma das coisas que me chamaram a atenção esta semana e que eu gostaria de dividir!
Espero que gostem, beijos!
14 de fev de 2014 | By: Nayara Ferreira

Resenha do filme: Wolverine - Imortal

Demoreeeeeeeeeeeeei, mas ta aqui! 

Gente, entendam, filmes da Marvel tem me decepcionado ultimamente. Já aviso, se você quer simplesmente ir ver um filme sobre o Wolverine, sem referencias aos quadrinhos, ótimo, mas caso contrario, não vale a pena.

Ok, você provavelmente já deve ter assistido e amado, ou odiado. Então, vou deixar minha opinião, vamos ver quem concorda e quem não. Vale lembrar que a resenha é do filme, não vou fazer comparação com a HQ tá?

Sinopse: Após matar Jean Grey (Famke Janssen) para salvar a humanidade por ela não conseguir controlar os poderes da Fênix, Logan (Hugh Jackman) decidiu abandonar de vez a vida de herói e passou a viver na selva, como um ermitão. Deprimido, ele é encontrado em um bar pela jovem Yukio (Rila Fukushima). Ela foi enviada a mando de seu pai adotivo, Yashida (Hal Yamanouchi), que foi salvo por Logan em Nagasaki, no Japão, na época em que a bomba atômica foi detonada. Yashida deseja reencontrar Logan para fazer-lhe uma proposta: transferir seu fator de cura para ele, de forma que Logan possa, enfim, se tornar mortal e levar uma vida como uma pessoa qualquer. Ele recusa o convite, mas acaba infectado por Víbora (Svetlana Khodchenkova), uma mutante especializada em biologia que é também imune a venenos de todo tipo. Fragilizado, Logan precisa encontrar meios para proteger Mariko (Tao Okamoto), a neta de Yashida, que é alvo tanto de seu pai, Shingen (Hiroyuki Sanada) quanto da Yakuza, a máfia japonesa.

Lançamento: 26 de Julho de 2013
Dirigido por: James Mangold
Com:  Hugh Jackman, Rila Fukushima, Hal Yamanouchi, Svetlana Khodchenkova, Tao Okamoto, Hiroyuki Sanada, Famke Janssen, entre outros.
Genero: Ação, fantasia.


Continuação de X-Men, senti apenas isso. Existem alguns elementos presentes no filme e no arco, más é outra historia. Talvez Divida de Honra daria um ótimo filme, pensei bem nisso. Mas, vamos ao filmeee...

Bem melhor que X-Men Origens - Wolverine, este filme tem uma atenção maior ao Wolverine, sem mutantes secundários. Esperava mais, claro, mas a historia se sustenta. Garras de adamantium e espadas de samurais geram combates excelentes, mas, o filme é voltado para um grupo mais jovem, acredito eu que seja por isso que não tem muito sangue, ou algo que pareça bem mais emocionantes as lutas, a classificação é de 14 anos, então... Falando em lutas, tem isso o tempo todo, afinal, a mafia japonesa, vários samurais, muita gente pra lutar e morrer. 
No começo, as lembranças de Logan de ter salvo um oficial japones na explosão da bomba em Nagasaki, Yukio encontra Logan, e depois de muita dificuldade consegue traze-lo ao Japão com a ideia de despedida de Yashida, o que na verdade era fachada para um acordo de troca de imortalidade.. Outras lembranças que atormentam Logan durante o filme, e que me irritaram um pouco, foram as lembranças (ou devo dizer alucinações?) de Jean Gray, no filme da para entender o que falo. Logan não aceita a proposta de Yashida, então Vibora da um jeito de afeta-lo, torna-lo fraco, para que possa ser capturado. Alguns fatos acontecem e Logan acaba tendo que salvar Mariko, da máfia japonesa e de seu próprio pai, com a ajuda de Yukio. Ai a ação começa, as lutas acontecem, e filme fica interessante, até a parte do "Homem Adamantium", outra parte que eu achei um tanto estranha, mas enfim... 
Achei os atores dignos, todos interpretaram muito bem os papéis, de uma forma bem justa. Hugh Jackman é claro, esteve maravilhoso como sempre em seu papel. Mas o destaque fica também com Rila Fukushima, atriz que interpretou Yukio e Tao Okamoto, interprete de Mariko.
Um bom  filme sim, acho que vale a pena ser visto, claro se você não for fã das HQ's.
Minha nota: 7. Vale a pena assistir.




















Ah, detalhe, existe uma cena após créditos, fiquem atentos a ela. Foi bem interessante, como  uma dica de como será o próximo filme do X-Men.

E ai, quem assistiu o filme, o que achou? Quem ainda não assistiu, curioso pra ver? Me contem nos comentários. 

Beijoos!
13 de fev de 2014 | By: Nayara Ferreira

Faculdade - Primeira Impressão

O ano letivo começou e quem entrou na faculdade agora está na época de calouro, de ser bem zuado e passar perrengues nas mãos dos veteranos, mas, algumas aulas vocês já devem ter assistido, ou palestras de apresentação, fase de reconhecimento dos professores, enfim.. Qual a sua primeira impressão da faculdade?

Na minha, tive a impressão que seria algo complicado.. Lidar com pessoas novas e de diferentes lugares naquela época me causava espanto. Da minha sala, gente mais nova, gente mais velha, pessoas conhecidas e outras desconhecidas.. Eu era meio tímida, então foi bem complicado fazer amizades, mas sempre tem alguns que a gente se identifica logo de cara. Sentava na primeira carteira, perto do professor, então, por ali começou minhas amizades, tem gente que levo até hoje. Um conselho de amiga? Não crie panelinhas logo no inicio do curso, tenha seu circulo de amizade, mas converse com todo mundo. Panelinhas causam muitos problemas, e as festas de sala se tornam bem chatas.

Dos professores? Tive a impressão de serem as pessoas mais inteligentes por ali, admiração por alguns, logo de cara, por outros aquele medo, de outros, o professor "chato", mas no fim, não posso reclamar de nenhum, admiro todos os professores que tive.

Da faculdade no geral? A minha passava ser bem séria, uma faculdade de negócios, todos bem vestidos, educados... Cobraram essa elegância e educação dos alunos também, fomos avisados no primeiro dia, mas, acredite, será assim só no primeiro ano.

Dos estudos? Avencei um grau na escala de conhecimento, sim, no começo é tudo difícil, complicado, você acha que não vai conseguir, mas consegue sim, tenha vontade, não tenha preguiça e estude, estude muito. Nos primeiros meses, algumas coisas não eram como imaginava, mas com o tempo eu acostumei e entendi muito dos "porquês" que estavam na minha mente. 

Minha primeira impressão da faculdade no geral? "Não sei o que estou fazendo aqui, mas vamos ver no que dá!" Deu pra entender mais ou menos né?

A Nádia, colaboradora aqui do blog, também comentou sobre a primeira impressão que ela teve: "No primeiro dia na faculdade foi um pouco estranho, pois as pessoas não eram tão sociáveis como imaginava. O clima era mais sério do que descontraído, então as pessoas que eram de fora da cidade de Curitiba se sentiram fora daquele lugar. Mas conforme o tempo passa, as pessoas dão mais espaço para se fazer amizades. Em relação a própria grade curricular não era também o que imaginava. Como faço o curso de Dança na Fap, a impressão era de aprender outros requisitos técnicos da Dança, mas aconteceu ao contrário, naquele lugar a proposta é de formar artistas pesquisadores que sabem refletir, criticar e impor coisas no mundo e que fazem as pessoas pensar, ou seja, um verdadeiro artista."

Bom gente, não comentei sobre o meu curso especificamente, pois sei que cada um aqui faz uma coisa diferente né. 

Uma dica? Não desista da sua faculdade no começo se achar que não consegue dar conta. Dentro da faculdade eu cresci muito, e aprendi que sim, conseguimos dar conta de muito mais coisas que podemos imaginar, na faculdade aprendemos a engolir vários "sapos", aprendemos a nos relacionar com pessoas,  aprendemos que as coisas não são nada fáceis, aprendemos que somos capazes de conquistar tudo que quisermos, basta esforço. Enfim, muito mais que Administradores, Advogados, Profissionais da Dança, Publicitários, Jornalistas, Médicos, e todas as outras profissões, saímos dali mais humanos, mais responsáveis e mais maduros. Aproveite bem essa época viu!

Nádia - "Não desista do seu curso se ele não te satisfazer logo de ''cara'', pois nem tudo vem ao nosso favor. E as vezes esse seria o melhor caminho para o seu aprendizado ou não."

Dicas dadas sobre a primeira impressão na faculdade, vamos falar no próximo post sobre aquela hora que você percebe que talvez aquele curso que está fazendo, não é realmente o que você quer pra sua vida. Quem passou por isso e quiser dividir sua historia com a gente, me manda um e-mail para nayaraof_10@hotmail.com, ou deixa aqui nos comentários mesmo!

Agora eu quero saber, quem entrou na faculdade agora, qual está sendo a primeira impressão? 
Quem faz ou já fez faculdade, me conta também!

Espero que tenham gostado do post e ajudado em algo!

Beijooos!

Link para outro post da serie: Faculdade - Escolha do curso
4 de fev de 2014 | By: Nayara Ferreira

Saudade ou desabafo.

Foto: Luanda Casagrande
Não, não é fácil. A saudade é uma coisa que dói, aperta o coração e torna difícil cada decisão que tomamos na vida.
A saudade tem a capacidade de nos fazer duvidar de tudo aquilo que batalhamos para conquistar.

Aquele parecia um domingo normal. Acordei tarde como sempre, enquanto tomava o café, sentia o cheiro do almoço sendo preparado.
Despedida, foi essa a palavra que me assustou quando meu pai me chamou para ir visitar meu sobrinho, ali tive a certeza que iria sentir muita saudade daquele menino que me fazia sorrir apenas com a forma de me olhar.
Sermão, ou eu diria conselhos... Conselhos de pessoas que já estão calejadas pela vida. Conselhos foram as ultimas palavras que ouvi do meu pai, minha mãe, minhas irmãs, meu cunhado.. E sempre no final da frase o tal "boa sorte e juízo".
Amigos e aquela frase "não vai chorar", mas não teve jeito, foi impossível as lagrimas não escorrerem naquela situação. Estava deixando para trás jóias preciosas, pois assim considero meus amigos, jóias raras.

Em três ou quatro dias mais ou menos a minha ficha caiu, não estava em viagem de férias, conhecendo uma cidade ou fazendo visitas a amigos ou família... Estava aqui para recomeçar minha vida, tentar a tão sonhada independência, correr atrás dos meus objetivos.
Não contava com a saudade, com o fato de que ela aperta tanto que até o coração mais frio se derrete. A gente sente, chora, se angustia... Mas sempre vem à mente que tudo isso é para o meu bem, que se não tiver esforço, sofrimento e saudade, a vida fica fácil, e tudo aquilo que é fácil não me atrai.
Estou aqui para amadurecer, crescer, aprender, viver... Apesar da saudade, estou curiosa pelo que a vida me reserva daqui para a frente.

Faz uma semana que me mudei do interior de São Paulo, uma cidadezinha calma para uma metrópole chamada Curitiba. Trabalho e estudo são a minha prioridade agora... E a saudade bate forte!!

Foi mais um desabafo do que uma reflexão. Estou sentindo na pele a experiencia de busca por uma vida melhor, mas isso é relativo para cada pessoa. Enfim, senti a necessidade de compartilhar isso com vocês, afinal, uma experiencia a mais para o blog, um exemplo a mais para quem quer correr atras dos sonhos e tem medo, uma voz a mais para dizer a vocês que o mundo é pequeno frente as nossas vontades... Fácil não é, estou sentindo na pele, mas se você quer, você pode e consegue, basta um pouco de coragem, perseverança e força de vontade!

Sigam seus sonhos! Um beijo!
3 de fev de 2014 | By: Nayara Ferreira

Reflexão - O Vinho e a Água


Nos Alpes Italianos existia um pequeno vilarejo que se dedicava ao cultivo de uvas para produção de vinho. Uma vez por ano, acontecia uma grande festa para comemorar o sucesso da colheita.
A tradição exigia que nessa festa cada morador do vilarejo trouxesse uma garrafa do seu melhor vinho, o de maior sucesso, para colocar dentro de um grande barril, que ficava na praça central.
Um dos moradores pensou: “Porque deverei levar uma garrafa do meu mais puro vinho? Levarei água, pois no meio de tanto vinho o meu não fará falta.” Assim pensou e assim fez.
Conforme o costume, em determinado momento, todos se reuniram na praça, cada um com sua caneca para provar aquele vinho, cuja fama se estendia muito além das fronteiras do país.
Contudo, ao abrir a torneira, um absoluto silêncio tomou conta da multidão. Do barril saiu… água!
“A ausência da minha parte não fará falta.” Foi o pensamento de cada um dos produtores… Muitas vezes somos conduzidos a pensar “Tantas pessoas existem neste mundo! Se eu não fizer a minha parte, o meu trabalho, isto não terá importância.” Será?
Você sempre tem que estar motivado para fazer a sua parte, tenha um pensamento diferente dos outros e faça o seu trabalho, independente do que os outros possam estar fazendo.

Essa é a reflexão de hoje.
Semana retrasada fiz uma frase como tatuagem que que ilustra bem tudo isso, e que é uma coisa que eu quero levar para o resto da vida!
"Seja a mudança que você quer ver no mundo" de Mahatma Gandhi.

Acho que não adianta ficar reclamando que o mundo está todo errado, que as pessoas
não fazem nada para melhorar isso. Temos que fazer a nossa parte e servir de exemplo
para outras pessoas, só assim ninguém vai poder apontar o dedo na sua cara e falar
que você não fez nada para melhorar o lugar onde vive, ou qualquer coisa que seja.
Então lembre-se sempre, faça sua parte, a mudança começa por ai.

Beijos e boa semana para vocês!
2 de fev de 2014 | By: Nayara Ferreira

Playlist da Semana

Saudade de fazer playlist para vocês... Fazia um certo tempo.

Bom, estou animada, apesar do calor insuportável, então, as musicas dessa semana estão no mesmo estilo.. Tirando uma ou outra que não pode faltar nos meus dias. Uma certa mistura, acho que essa semana tem musicas diferentes do meu estilo habitual. Vamos ver?

1 - Bullet For My Valentine - Breaking Point



2 - O Teatro Mágico - O Anjo Mais Velho



3 - Legião Urbana - Eduardo e Mônica



4 - Fall Out Boy - Grand Theft Autumm/ Where Is Your Boy



5 - Swedish House Mafia ft. John Martin - Don't You Worry Child




6 - The Script - Millionaires



7 - Black Sabbath - End of Beginning



8 - Engenheiros do Hawaii - Pra Ser Sincero



9 - Queens Of The Stone Age - Little Sister



10 - Mumford And Sons - Babel



E ai, o que acharam da playlist de hoje? Acharam alguma musica preferida? Alguma que escutam sempre?
Espero que tenham gostado! Bom domingo para vocês!

Beijooooo!