20 de mai de 2013 | By: Nayara Ferreira

Bandas Alemãs 3

Voltando as atividades normais, vamos fechar o assunto sobre as Bandas Alemãs.
Curti bastante a interação dos leitores nos últimos post aqui e aqui. Varias indicações de bandas que eu ainda não conhecia e que são realmente boas, outras indicações de bandas clássicas, super conhecidas a tempos e que eu não havia comentado ainda.

Minha intenção hoje: Falar sobre Helloween e Scorpions que são duas grandes bandas, e outras indicações que eu ouvi e gostei. Vamos lá?

Helloween é uma banda de power metal, composta por Andi Deris (vocal), Dani Loeble (bateria), Sascha Gerstner (guitarra), Michael Weikath (guitarra) e Markus Grosskopf (baixo), sendo esses dois últimos uns dos membros fundadores, junto com Kai Hansen (atual Gamma Ray) e Ingo Schwichtenberg (falecido). É considerada por muitos como a criadora do estilo. Desde 1984 em atividade até hoje, tem 17 álbuns em estúdio e 5 ao vivo, 4 DVD's e 2 VHS (faz tempo hahaha).

Acho as composições da banda perfeitas, a musica realmente de qualidade. Não é a toa que eles são um sucesso até hoje.



Scorpions formada em 1965 atua até hoje com os seguintes integrantes: Rudolf Schenker (guitarra ritimica), Klaus Meine (vocal), Matthias Jabs (guitarra solo), Pawel Maciwoda (baixo) e James Kottak (bateria). No estilo heavy metal e hard rock, foi a primeira banda no país germânico. São 19 álbuns em estúdio e uma história fantástica nesses 48 anos de banda.

Um legado incrível, influencia outras bandas desde dos anos 80.  Musicas impressionantes e um som sem comparações, um clássico que até a geração de hoje em dia idolatra.



Falando das indicações agora, bandas incríveis, cada uma ao seu estilo. Som, musicas e voz me impressionaram bastante em todas que eu ouvi. Vou deixar o nome das bandas e duas musicas que me chamaram bastante atenção.
Annet Louisan, Sohne Mannheims, Eisbrecher, Oomph!, Blutengel e Die Happy.
Como eu disse, cada um em seu estilo, são ótimas bandas, tem pra todos os gostos e estilos!

As que me chamaram a tenção:
Nevada Tan ou atualmente Panik


Xavier Naidoo



Espero que tenham gostado dos post sobre as bandas alemãs e boa semana para todos!
Beijos!
15 de mai de 2013 | By: Nayara Ferreira

Sobre os dias que estão passando..

Odeio ficar com gripe! A gente se sente mal, respira mal, dorme muito mal.. tudo fica ruim e eu fico sem paciência. Péssimo para quem está do meu lado, pois no ultimo ano de faculdade, com tantos trabalhos e projetos pra serem desenvolvidos em grupo, eu não me torno a melhor companhia.

Acho engraçado essa historia que a gente escuta todo dia na faculdade: "Temos que aprender a viver em grupo, você vai usar isso no seu futuro"... não que eu não concorde com a frase, mas.. Será que o resto das pessoas tem isso em mente? OK. Desde que eu estudo no fundamental, é sempre umas poucas pessoas que fazem os trabalhos, enquanto o restante só quer o nome no trabalho sem ajudar em nada, mais cadê a responsabilidade e o respeito por quem fez algo? Se esforçou e largou algo para fazer aquilo? Ah sim, não existe, ou existe e a pessoa é orgulhosa demais para não falar os agradecimentos para as poucas pessoas que "salvaram" sua vida. Pior fica quando algo da errado, ai todo mundo sabe criticar, ai eu fico indignada e acabo ligando o automático, para não escutar e principalmente não falar nada, porque vira merda (desculpe pela expressão).

Imagina tudo isso acontecendo, eu com gripe, poucas semanas para começar as provas e eu pensando o que fazer quando acabar a faculdade? Sim, a situação está péssima.

Ai a gente lembra daquela frase clichê que a gente falou para um amigo que estava numa situação difícil a poucos dias atrás: "Não perca a fé, levanta a cabeça e corre atrás do que quer". É quando a gente se da conta de outra frase clichê: "Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço". hahahaha Pode não ser engraçado, mas vamos rir para não chorar!

Acho necessário um pouco de reflexão.. As vezes a gente perde o foco, a cabeça fica uma bagunça e o mundo parece que desaba, maaaaaas.. Bola pra frente, afinal, o mundo não para, e a gente tem que viver, sem tempo para lamentações!

Que assim seja! Boa semana (hoje ainda é quarta) e vamos que vamos!


8 de mai de 2013 | By: Nayara Ferreira

Bandas Alemãs. Parte 2

Semana passada eu comentei sobre duas bandas da Alemanha que eu conhecia e achava interessante, hoje eu vou continuar o assunto com mais 3 bandas, uma eu tenho certeza que a maioria da galera conhece.
No ultimo post alguns leitores deixaram outras sugestões de banda nos comentários, eu já estou escutando  e semana que vem vou comentar sobre elas... Se você conhece alguma das que foram citadas ou alguma diferente conta pra gente, como eu disse, é sempre bom conhecer novas bandas e ouvir cosa boa.

Vamos lá?

A primeira de hoje é a banda Jennifer Rostock, uma banda de rock, punk rock e electropop formada em Berlim em 2007 por Jennifer Weist, Johannes "Joe" Walter-Muller, Alex, Christoph e Baku. Ganharam repercussão nacional ao participar do Bundesvision Song Contest de 2008, com a música Kopf oder Zahl, seu primeiro single. Tem 3 álbuns gravados, o ultimo em 2011. 

Voz perfeita, som muito gostoso de ouvir e eu particularmente adorei o estilo da banda.



A segunda é a Luxuslarm, uma banda de pop rock formada em 2006 e contém 5 membros: Janine "Jini" Meyer (voz), Jan Zimmermann (bateria), Freddy Hau (guitarra), Christian Besch (teclado) e David Mueller (baixo). Tem 3 álbuns lançados, o ultimo também em 2011.

Um som alegre sabe, dançante, bem legal de ouvir. Um som alternativo.



A terceira... Rammstein. Formada em 1994 em Berlim, é a banda alemã que mais conquistou sucesso fora da Alemanha. Seus integrantes são: Till Lindemann (vocal), Richard Kruspe (guitarra solo e vocal de apoio), Paul Landers (guitarra base e vocal de apoio), Oliver Riedel (baixo), Christoph (Doom) Schneider (bateria e  percussão) e Christian (Doktor Flake) Lorenz (teclado e sampler). Classificados como Metal industrial, Heavy Metal e NDH (um gênero musical derivado do Metal Industrial que mistura estilos do Hard rock e Heavy metal). São 7 discos lançados e várias premiações. A banda frequentemente usa efeitos pirotécnicos, fortes efeitos de iluminação além de um aspecto teatral nos seus concertos, produzindo um visual impressionante mas sobretudo cativante, mesmo para quem não gosta da sua música.

A maioria já deve ter pelo menos escutado o nome da banda. Comecei a escutar através de um amigo alguns anos atrás, não tem uma palavra que melhor defina o som dos caras, pra quem gosta do gênero, eles são "fantásticos".. e muitoo!



Por hoje são essas. O primeiro post está aqui para quem quiser dar uma olhada nas outras bandas. Deixem mais sugestões nos comentários sobre outras bandas e sobre o que acham das que eu já citei, e se inscreve no blog para continuar acompanhando!

Beijoos! Küsse!



6 de mai de 2013 | By: Nayara Ferreira

O tempo... Passa rápido mesmo?

O tempo passa rápido não é? Rápido demais até.
Uns dizem que depois dos 18 essa é a tendência, outros acham que a forma como vivemos hoje em dia nos da essa impressão. Eu não sei... Acho que concordo com as duas, ou não.

Uma coisa é certa: Nosso cérebro tem milhões de pensamentos por dia, qualquer um ficaria louco se todos os pensamentos fossem processados conscientemente. Então, vários pensamentos são automatizados e não aparecem no índice de "eventos" do dia. Ai quando passamos por uma experiência nova, nosso cérebro registra e usa muitos recursos para  compreender o que acontece. Aos poucos, com a repetição dessa experiência, o cérebro coloca suas reações no automático e apaga as experiências duplicadas.
Entendeu? Complicado não é.
Um exemplo para ficar mais fácil: quando começamos a dirigir, tudo parece difícil e nossa atenção é usada ao máximo, até que acostumamos com aquilo e um dia estamos dirigindo trocando de marcha, olhando o semáforo, lendo sinais e ate falando no celular ao mesmo tempo. Ou seja, o cérebro já sabe o que esta escrito nas placas, já sabe qual marcha trocar... Ele simplesmente pega suas experiências passadas e usa no lugar de repetir realmente a experiência.

Por isso os dias parecem passar mais rápido  estamos sempre fazendo as mesmas coisas: trabalhando, estudando, cuidando da casa... Todos os dias. As pessoas, lugares, tudo você já está acostumado, já vivenciou varias vezes, conforme vamos envelhecendo, as experiências novas vão diminuindo. Pura realidade!

De uma forma bem resumida tudo isso que falei?
ROTINA

A rotina deixa tudo igual e o tempo passa mais rápido, ou a gente tem essa impressão.
Depois dos 18 a gente começa a trabalhar e a ter mais responsabilidades e a criar uma rotina, estamos ficando mais velhos, por isso tem essa historia que minha mãe sempre falava.

A forma que a gente vive contribui também para isso. Sempre trabalhando, cuidando da casa, dos filhos, estudando, sempre a mesma rotina, sempre sem tempo para coisas novas.. EPA!!!

Chega não é? A vida é uma só, a gente tem que viver e aproveitar tudo o que pudermos, vamos criar histórias para contar aos nossos filhos e netos, vamos ser felizes, vamos realizar nossos sonhos, VAMOS MUDAR, fazer cada dia uma coisa diferente para que o tempo não consuma nossas vidas e nos de a impressão de não termos feito nada e a vida ter passado "voando".

Mudança, experiências novas, coisas diferentes, sair da rotina... Passe por caminhos diferentes, vistas roupas diferentes, faça coisas que não esta acostumado, ande a pé, ande de bicicleta, ande de carro.. Converse com pessoas novas, leia livros diferentes, experimente comidas diferentes, veja filmes estranhos, namore mais, vá a mais festas, fique mais em casa, conheça outras culturas, viaje, sorria, ame, odeie, emocione-se, sonhe, realize, VIVA!

Viva, pois ninguém sabe o dia de amanhã, aproveite o hoje, aproveite a vida!

"CARPE DIEM. SEIZE THE DAY, BOYS. MAKE YOUR LIVES EXTRAORDINARY."
Carpe Diem. Aproveitem o dia, rapazes. Façam suas vidas serem extraordinárias.



- Frase e trecho do filme Sociedade dos poetas mortos de 1989.

Carpe Diem! Vamos viver!
Booa semana a todos. Beijoo!
4 de mai de 2013 | By: Nayara Ferreira

Playlist da semana!

Como eu não vivo sem a musica, mais uma playlist pra contar o que andei escutando essa semana.

Meio nostálgica, com saudade de quando as "musicas eram feitas com qualidade", a playlist ficou assim:
  1. Nirvana - Love Buzz
  2. Ramones - I Wanna Be Sedated
  3. The Runaways - School Days
  4. Pink Floyd - Another Brick in the Wall
  5. Lynyrd Skynyrd - Freebird
  6. Beatles - Come Together
  7. Rolling Stones - Satisfaction
  8. U2 - Vertigo
  9. Van Halen - Jamie's Cryin'
  10. Raul Seixas - Metamorfose Ambulante




Foi com essas musicas que eu sobrevivi a uma semana e um feriado! Espero que gostem.
Bom final de semana. Beijooos!
1 de mai de 2013 | By: Nayara Ferreira

Bandas Alemãs

Vamos falar de musica? hahahaha

Hoje eu vou falar de algumas bandas diferentes, são bandas alemãs que eu gosto, uma língua que a gente não esta acostumado a ouvir sempre (pelo menos eu) . Talvez você já tenham escutado, para quem nunca ouviu, da uma olhada!

A primeira é a banda Juli, de pop rock, formada pela cantora Eva Briegel e pelos guitarristas Jonas Pfetzing e Simon Triebel, com o baixista Andreas "Dedi" Herde e o baterista Marcel Römer. A banda foi formada em 1999 com o nome Sunnyglade, sem Eva Briegel e Marcel Römer, que entraram na banda em 2001, mudando o nome da banda para Juli. Já foram lançados apenas 2 álbuns  o "Es ist Juli" e "Ein never Tag" respectivamente em 2004 e 2006. Já ganharam 4 premiações e há rumores de um 3º álbum vindo por ai.

É um som gostoso de ouvir, a voz da Eva é muito bonita. O conjunto todo funciona bem e é um som até leve. No começo é meio engraçado a musica em alemão, uma língua que pelo menos eu não conheço, mais acho bem bonita. 


A segunda banda é a Fertig, Los! é uma banda pop Alemã formada por quatro pessoas. Ela foi formada no verão de 2004, sob o nome de Spunk,em Munique. Seus membros são Julia Viechtl (baixista), Florian Wille (baterista), Florian Lüdtke (guitarrista) e Philipp Leu (vocalista e guitarrista). A música Sie ist in mich verliebt está na trilha sonora do jogo Fifa 07.

Um som até que animado de ouvir e bem legal, e a menina no baixo da uma diferenciada na banda. Som e voz combinam bem, uma certa harmonia, lembrando que não sou especialista, é apenas minha opinião!



Hoje eu vou falar só dessas duas, na próxima semana eu comento sobre as outras.
Gostaria de saber a opinião de vocês, o que acharam? Já tinham escutado alguma dessas bandas? Conhecem alguma banda alemã pra indicar?

Beijooos!